Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Decepção constante

Aos os mais crentes e esperançosos eu digo, sejam (não tão) bem vindos à realidade. Em entrevista na tarde de ontem, Nilmar alertou: "Temos que ser realistas, a responsabilidade é nossa". E de fato é. Porém o Inter segue com sua irresponsabilidade que coloca tudo a perder, como esperado. E a junção de desastres faz com que as consequências apareçam - estamos fora do G-4 e com sério risco de ficar bem longe da Libertadores, mais uma vez.

Desastres previsíveis

Há dias atrás, escutando o programa "Esporte e Cia" da Rádio Gaúcha, enviei um tweet que foi lido ao vivo com os seguintes dizeres: @rafaelcolling@gomesraphael É super provável que o Inter perca a chance de aproximar do líder mais ainda, com já fez varias vezes. — Jéssica Loures (@Jessica_Loures) 18 outubro 2014 E é nessa hora, em que o último suspiro de esperança se vai, segundos antes do árbitro apitar o fim do jogo, é que penso que estava certa, não por querer provar o meu pensamento, mas por entender que a Era que vivemos infelizmente ainda não acabou. A Era a que costumo me referir é a "Era Luigi" que possui como slogan "Desastres previsíveis". Não foi questão de palpite e sim, costume.

O time que mudou a minha vida

Olá, Colorados!

É com grande alegria e satisfação que hoje compartilho com vocês esse novo projeto. "Guria da Gerais" foi um apelido carinhoso que ganhei de uma grande amiga do sul e me inspirou a realizar essa mudança. Foram quatro anos de história do "Inter & Nilmar - 2 Paixões" e tenho muito orgulho de ter construído tudo isso. Como tudo tende a crescer, a mudança era necessária e fiquei muito feliz pelo apoio que recebi de todos os colorados. Gostaria de agradecê-los pelos quatro anos juntos e dizer que o blog tem cara nova, mas o velho fanatismo em palavras continua. Para quem já me conhece e conhece a minha história, seja bem vindo (a) novamente. Para quem ainda não me conhece, convido a ler a minha história e compartilhar comigo essa nova etapa.

Vexame

Abel sacramentou a destruição do Internacional. No sentido mais duro da palavra, confesso. Wianey escalaria o Inter de forma mais coerente. Abel não entende de futebol, é o que deduzi. Celso Roth abriu uma escola para treinadores e Abel aprendeu todas as lições de como ser retranqueiro, covarde e perdedor. Ou então Abel resolveu que não quer ser campeão brasileiro com o Inter. O pior de tudo nem foram os 5x0, mas a reestreia de Nilmar no meio de tanta bagunça defensiva e ofensiva. O camisa sete foi exposto a sua nova realidade: "Aqui não jogamos, nos acomodamos". Um vexame em Santa Catarina que explica sem muitas linhas o motivo pelo qual perdi a motivação de escrever jogo a jogo - repetição cansa.