sábado, 16 de agosto de 2014

Clássico Fernandão

Ele está vivo em nossas memórias | Foto: Reprodução/Sportv
Tentei adiar, tentei não me pronunciar sobre. Quando recebi a notícia da morte de Fernandão, meu mundo caiu. Escrevi muitas linhas sem sentido e resolvi me silenciar perante a essa dor. Assisti a todas as homenagens com o coração chorando, mas nunca encontrei palavras para descrever o que sentia. No jogo entre Goiás e Inter eu sabia que tinha que falar, dizer ao menos que eu "sentia muito" - como os que não sentem dizem. Só que eu não sinto esse "sinto muito" de quem não sente nada, eu sinto um vazio que não será tão cedo preenchido. Sinto que minha vida perdeu um pouco do brilho. Tinha certeza que em algum dia eu abraçaria Fernandão e o agradeceria por tudo que fez pelo Inter, pelos colorados e por mim. Mas esse sonho se foi com ele para o céu e aqui permaneço silenciada pela perda que inexplicável se tornou.

Curta nossa fanpage!