Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

Paixão dividida

É sempre dessa forma. Dois sofás, dois fanáticos e uma TV. Seria simples se os fanáticos torcessem para o mesmo time, mas a vida insiste em complicar. A estrela solitária brilha no lado esquerdo do peito de meu pai enquanto o sangue vermelho colorado pulsa dentro de mim. Não existem embates de qual time é melhor, afinal, a minha camisa possui mais estrelas que a dele. Mas só há uma TV.

Entendendo o esquema tático

Durante a semana muito li e ouvi de torcedores colorados diferentes formas de se interpretar o novo esquema tático de Aguirre - o 3-5-2. Percebi que muitos não entendem de futebol, que outros não sabem o que estão dizendo e outros que confirmam a minha tese de que é necessário aplicar mudanças pelo bem do time.

Vitória heróica

Obs: Este é um texto de desabafo. Sem meias palavras, como vocês já estão acostumados a ler. A você colorado que não mediu suas críticas e não teve paciência, peço gentilmente que não continue lendo. Hoje quem comemora é quem acreditou. 
É lindo. Essa é a única palavra que me vem a mente neste momento. Jogar libertadores é lindo. O clima que arrepia, a alegria que pulsa em nossas veias e o barulho ensurdecedor da torcida banhada por apreensão e crença. O Beira-Rio foi, na noite dessa quarta-feira, palco de um jogo digno de aplausos, gritos e comemorações. A raça veio para ficar.

Torcida mista, placar misto

Grenal é o jogo da emoção, é o risco que vale a pena correr, é o jogo da vida dos vinte e dois dentro de campo. Mas, eis um fato: um grenal de reservas perde um pouco o brilho. A rivalidade é a mesma, mas a gana por vitória é diferente. E defendo o pensamento ainda mais quando o clássico termina em 0x0. Afinal, alguém tem que vencer para confirmar a supremacia sobre o rival.