terça-feira, 7 de junho de 2016

A história do Inter se engrandece em Fernandão

Eterno capitão, eterno ídolo. | Foto: Diego Vara
Bastaram cinco segundos para o nosso mundo desabar. É como se o nosso interior ficasse um pouco mais vazio a cada minuto que se passava e encontrar amparo foi uma tarefa bem difícil. Foi como se a história ganhasse um peso a mais. O que conforta é pensar que a história é eterna, embora nós não sejamos.

Curta nossa fanpage!