quinta-feira, 16 de março de 2017

Quantas chances são o suficiente?

Bom futebol está em falta. | Foto: Ricardo Duarte
O Inter entrou em campo com um time reserva, bem desentrosado (o que é normal), contra um time de pequena expressão que já estava praticamente eliminado da Copa do Brasil. Seijas foi escalado como titular, dando esperanças para o torcedor colorado de que hoje ele jogaria e mostraria seu verdadeiro futebol. Só que ele já mostrou e poucos viram.


Quando o venezuelano chegou ao Beira-Rio demonstrou grande empatia com a situação do Inter e teve belas atitudes, como a de abrir mão de sua convocação na seleção para ajudar o colorado. Foi até às câmeras e expôs o pensamento do torcedor, de que a situação estava de fato "una mierda" (algo que os dirigentes foram incapazes de fazer).  

O jogador teve picos de boas atuações e marcou gols importantes, mas não passou disso. Falta de sequência? Talvez. Mas falta de oportunidades? Jamais.

Entendo que o momento de grande incentivo do torcedor contagiou os jogadores, inclusive Seijas. Nós passamos a vencer devido ao apoio da massa colorada. Pena que não foram vitórias suficientes para evitar nosso rebaixamento.

Mas o que eu quero que o torcedor entenda é que naquele momento todos estavam motivados. Todos deram o seu melhor, inclusive o venezuelano que se identificou com o clube e com a torcida. Mas o futebol é mais do que isso. 

Peguemos o D'alessandro como nosso maior exemplo. Ele se identifica com o clube e com a torcida. Mas tem qualidade, tem futebol.

Seijas teve apenas momentos e foi chamado de ídolo. Não, um ídolo não se faz do dia para a noite. Muitos foram iludidos com o compromisso dos jogadores em um momento tão delicado. Seijas ganhou o coração do torcedor em um momento de fragilidade no qual o time não tinha uma referência em campo. Ele, com sua sinceridade e simpatia, ocupou este lugar. 

Seijas não tem bom futebol, não tem bom passe. Tem movimentação e chutes de longa distância que podem ou não dar em alguma coisa. Nunca passou disso.

Vocês podem achar que eu não gosto do Seijas. Na realidade, eu gosto e muito. Porém, analisando friamente, não vejo futebol. Falta mais, muito mais. E em uma temporada onde o Inter precisa se reerguer, não podemos contar com os medianos. Precisamos dos melhores e ele não se encaixa.

Um primeiro tempo inteiro e ele nada fez. Um chute e um passe, no máximo. Muito pouco para o que precisamos agora.

E não falo só de Seijas. Falo de outros também. Paulão, Anselmo, Ernando... quantas chances são o suficiente? Até quando teremos que vê-los em campo produzindo e ajudando tão pouco?

Não confundam. Gostar do jogador como pessoa é completamente normal. Me disseram que o Paulão é uma grande pessoa.

E ai?

4 comentários:

  1. Vi o jogo dele contra o Fortaleza no Beira Rio ano passado valido pela Copa do Brasil e voltei iludido pra casa, torço para que ele encontre seu futebol que o trouxe para o Inter e possa nos dar muitas alegrias ainda!

    ResponderExcluir
  2. Primeiro não se pode comparar D´alessandro com Seijas, pois jogam em posições diferentes,, segundo Seijas está jogando fora de posição no Santa fé jogava bem atrás do OMAR camisa 10 e fora isso quando dão chances colocam entre um mesclado de jogadores sem entrosamento, daí só fazendo mágica pra se destacar!!

    ResponderExcluir
  3. Penso o mesmo, acho que num momento de carência superestimamos o Seijas, mas a verdade é que o futebol dele é pouco superior ao que estamos vendo. Ele também parece nervoso, um tanto afoito, acho que isto se dá pelo fato do Zago parecer usar dois pesos e duas medidas no que se refere às chances dadas ao Seijas com relação aos demais insuficientes como Paulão, Anselmo, William (SIM, William, pois com esse futebolzinho que ele vem apresentando...) Valdívia (outro superestimado na minha opinião) e um pouco menos ao Ernando (e ontem quando entrou o Ferrareis já me gelou a espinha). O Seijas parece um pouco abalado em saber que o Zago não tem essa preferência toda por ele assim como tem pelo Roberson, por exemplo. Isso, claro, não justifica seu mau futebol, porém pode ser um dos motivos pelos quais ele não consegue apresentar nem mesmo o futebol apresentado ano passado.

    ResponderExcluir
  4. Eu comparei em relação à idolatria. Apenas.

    ResponderExcluir

Curta nossa fanpage!